sexta-feira, 23 de junho de 2017

"O EVANGELHO DO ALQUIMISTA" DE TIAGO MOITA CHEGOU À 2.ª EDIÇÃO


"O Evangelho do Alquimista" - o segundo romance de Tiago Moita - chegou oficialmente à 2.ª Edição em Fevereiro de 2017, segundo a responsável pelo departamento comercial da Chiado Editora, presente nos stands da Chiado Editora, horas antes da sua sessão de autógrafos no passado sábado, dia 17 de Junho de 2017, entre as 15H00 e as 16H00.

Recorde-se que o livro em causa foi colocado à venda em Portugal e no Brasil a partir de 25 de Setembro de 2016.

Este é o segundo livro deste autor que chega à segundo edição. (O primeiro foi o seu romance de estreia "O Último Império" (Chiado Editora, Lisboa, 2012)

SINOPSE DA OBRA

Samuel é um caixeiro-viajante,sem ambições nem sonhos, até ao dia em que dá boleia a um homem misterioso que encontra perdido no deserto, numa viagem de regresso a casa, após um dia de trabalho. Durante o percurso, descobre que aquele homem é um profeta lendário procurado pelas autoridades, devido às suas ideias e por causa de uma antiga profecia que ameaça os habitantes de uma cidade de especuladores e revolucionários, escritores, poetas e artistas, cientistas e filósofos, governada por um tirano, onde vive Samuel. Uma obra plena de mistério, sabedoria, suspense, aventura e sátira ao mundo contemporâneo, numa viagem espiritual em torno da origem do Universo e do Homem, do sentido da vida e da natureza do ser humano.

QUEM É TIAGO MOITA?

Tiago de Vasconcelos e Moita nasceu em Lisboa em Abril de 1975. Começou a dar os primeiros passos na Poesia a partir dos quinze anos em São João da Madeira - cidade onde vive actualmente desde os dez anos. Estudou Direito na Universidade Lusíada do Porto, onde publicou um dos muitos poemas e textos em prosa em 1998, a par dos seus artigos de opinião, no jornal da Universidade, do qual foi principal colunista durante três anos e foi membro do E.L.S.A (European Law Students Association) entre 1998 e 2001.

Desde cedo revelou um enorme paixão por escrever, algo que o levou a participar em workshops de declamação poética e cursos de escrita criativa entre 2003 e 2013, bem como a participar em alguns eventos culturais em Portugal e em Espanha. Fez parte de alguns grupos e associações culturais da sua terra entre 2006 e 2010. Publicou alguns dos seus textos e poemas em jornais e blogues.

É autor de três livros de Poesia "Ecos Mudos" (Papiro Editora, Porto, 2006), "Post Mortem e Outros Uivos" (WorldArtFriends Editora, Porto, 2012) e "Metanoia" (Chiado Editora, Lisboa, 2017) e dois romances "O Último Império" (Chiado Editora, Lisboa, 2012) e "O Evangelho do Alquimista" (Chiado Editora, Lisboa, 2016).

Trabalha actualmente como formador de Escrita Criativa.

O QUE DIZEM DE TIAGO MOITA E DAS SUAS OBRAS?


"Um dos mais promissores novos autores portugueses."

Miguel Real
Professor, escritor, ensaísta e crítico literário do JL


"Um livro envolvente e não raro julgamento"

Mário Cláudio 
Escritor (a respeito do seu romance "O Último Império")


"O Tiago procura respostas às suas próprias perguntas através dos seus livros,"

Luís Miguel Rocha
Escritor, autor do livro "O Último Papa"



"Tiago Moita revela uma profunda bagagem cultural e aprendizagem de muitos conceitos que, a cada capítulo, nos envolve em constante suspense, dúvida e inquietação"

Alberto S.Santos
Escritor, autor do livro "A Escrava de Córdova" 


"Tiago Moita é mestre em conseguir levar o leitor a gostar de acreditar em crenças e mitos fundadores e urbanos, e a exultar por assistir ao acontecimento das profecias que os mitos agregam."

Luísa Monteiro
Escritora e professora universitária de Literatura Contemporânea

"Tiago Moita domina bem a linguagem poética e consegue um equilíbrio que mantém a tensão do princípio ao fim."

Nuno Júdice
Escritor, poeta e crítico literário

"Uma obra invulgar com uma profundidade e amplitude notáveis."

Fernando Pinto do Amaral
Escritor, poeta, professor universitário e comissário nacional para o PNL- Plano Nacional de Leitura.
(a respeito do seu livro de Poesia "Metanoia" (Chiado Editora, Lisboa, 2017))


"Tiago Moita consegue encontrar um plano de escrita interessante e muito poderoso, inaugurando uma nova maneira de escrever Poesia. (...) Busca uma luz como se bebe água. (...) um caminho de conhecer-se a si mesmo, capaz de transformar o mundo. (...) Com este livro aprendi a dançar."

Jorge Velhote
Poeta
(A respeito do seu livro "Metanoia" (Chiado Editora, Lisboa, 2017))


"Um jovem e promissor escritor"

Fátima Medina
Ex-jornalista e pivot da RTP

Muito obrigado Chiado Editora e muito obrigado a todos os meus leitores, fãs e admiradores do meu trabalho. Um grande bem haja do fundo do meu coração para todos vocês,

Tiago Moita.

Nenhum comentário: